quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Caos!










Cuidado com suas ações e policie o que falas.
Não destrua em minutos o que levastes dias, meses ou anos para conquistar, construir!

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Busca e ajuste...



Procuro a poesia certa, como uma roupa na 

medida exata, para vestir a minha alma nua."

Byafra

domingo, 8 de dezembro de 2013

Individualidade...




Todas as cores,  concordam no escuro.

Em suas mãos...





Não são as ervas más que afogam a boa 

semente, e sim a negligência do lavrador....

O Mundo Mágico de Sally..


E a menina envenenou-se!
E como já não o bastasse...
Assassinaram-na com toda violência e perversidade que se pode imaginar
Estraçalharam o seu corpo
Quebraram os seus ossos
Fuzilaram o seu coração
Fizeram pedacinhos dos seus sentimentos
Sambaram e pisotearam sobre sua inocência
Atiraram ao rio, sua pureza... 
Cegaram a pobre garota! 
A menina Perdeu a pureza e a serenidade...
Queimaram seu equilíbrio,Fizeram-na de fantoche e ela se perdeu...ela se mantinha afastada de toda ignorância e maldade de um terra cheia de armadilhas, e forças energicas ruins!

O sorriso de Sally por onde passava espalhava  proteção e segurança ao seu o mundo mágico, seu habitat,ela era o equilíbrio na natureza, e poderia até ser avistada a áurea linda de Sally ao longe, porque era cheia de cores vibrantes e diversificadas eram cores neon's...
 Mas,O mundo de Sally estava muito diferente, a arma que Sally usava não a protegia mais, nem nada ao seu redor... ela lutava com as poucas forças que lhe restava para lutar contra o mau.

Infelizmente, Sally não resistiu destruiram o mundo mágico de Sally, e tudo estavaentregue e a beira do cais.

Ninguém reconhece mais,a menina Sally...
A menina que se manteve afastada para não ser infectada, foi ao chão...e perdeu "O sorriso"! 

O mundo que era mágico virou pó, e hoje pode ser chamado de Caos...

Eis a essência... 
O Sorriso da menina Sally era a única força mágica, que mantinha-na salva dos sentimentos ruins  e que gerava equilíbrio. Ela era a única esperança dos seres e do seu povo.


Dizem ainda os bons ventos, que a menina Sally perambula por lá ainda e que sentem-na  na brisa, outros afirma que já viram de perto a menina Sally e que ela ainda desarmada vive, embora na realidade Sally com os tempos esteja morrendo aos poucos... todos os dias...




Janeth Crysselle

sábado, 7 de dezembro de 2013

Ilusão...



Tem fake' querendo ser gente'...

Tem genteee, querendo  ser fake'!



Janeth Crysselle

domingo, 1 de dezembro de 2013

Mente aberta...


Abre a mente ao que eu te revelo, e retém bem o que eu te digo, pois não é ciência, ouvir sem reter o que se escuta...Ouça/Leia! 


"Devemos manter a mente aberta, mas não tão aberta a ponto do cérebro cair."

E...



Depois de anos acariciando as dores que me deixaram partida, finalmente as deixei partir.


 E fiquei inteira.



Pedacinhos...



Tenho orgulho de cada pedacinho da minha história porque sei que cada erro  cometido foi na ânsia de acertar.

sábado, 30 de novembro de 2013

Sonhos...






Sonhos são realizações de desejos ocultos e são ferramenta que busca equilíbrio pela compensação. É o meio de comunicação do inconsciente com o consciente.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Defino-me...

Não quero me definir, quem se define se limita. 
Meu único limite é a minha consciência. 
Sei quem sou, mas prefiro não ter uma opinião formada sobre mim.


domingo, 17 de novembro de 2013

Ticklish...

...se atira pra vida bamba...

~ lambuza teu corpo de céu


Tender... sore!


Atreva-te, Espontanear!

sábado, 16 de novembro de 2013

CORAÇÃO!




Um olhar bonito encanta os olhos, 
Mas uma personalidade interessante encanta o coração. 
Valorize acima de tudo o amor que você recebe. 
Você pode  se considerar "ninguém" no mundo, 
Mas pode ser  o mundo  na vida de alguém.


O INTERIOR!















NÃO FALE O QUE SENTE PARA QUALQUER UM. 

BAÚ ABERTO NÃO PROTEGE TESOURO!


Maturidade!


A maturidade vai te ensinar a olhar a vida com menos ilusão, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranquilidade e querer com mais vontade!




... in futura tatuagem!


sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Confianças...




Dor, confiança. tristeza,  melancolia, desprezo, falta de caráter, desumanidade, falta de respeito, anti-companheirismo. uma criança, apreço, erros, desapego...confianças.

A humanidade, segue assim...

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Muita calma nesta hora!

Hoje em dia estamos sofrendo por superestimar as nossas capacidades. Ou seja, imaginamos agüentar um estresse que, na realidade, não podemos suportar. 
E, ao tentarmos ultrapassar os limites do que é humanamente possível, caímos numa sensação crônica de inadequação e insuficiência.

Respeite seus limites de crescimento.

Afinal, o que nos faz ter tanta pressa, se a vida está sempre em movimento? Acredito que são nossos próprios conceitos a respeito de como as coisas deveriam ser para que possamos ser quem realmente gostaríamos de ser ... Corremos atrás de nós mesmos!

Aprendizado positivo!

À medida que exploramos sentimentos positivos, aprendemos a acessá-los e a nos familiarizar com o bem-estar.
É preciso ter experiências positivas para querer repeti-las. Mas, para tanto, é preciso reconhecer o que é positivo.

Paz interior!


Abandono, traição, perdas abruptas, sustos, mal-entendidos nos levam a uma desconfortável sensação de estarmos sem chão.
Não temos o outro nem o ambiente à sua volta como uma tábua de salvação. Nesses momentos, será por meio da capacidade de nos autossustentar que iremos recuperar nosso eixo interior. 
Autossustenta-se é poder dizer a si mesmo: "De mim eu sei, mesmo que não esteja sendo compreendido". Ou ainda " Posso me tratar bem, mesmo que esteja sendo maltratado".
Pela
autossustentação conquistamos um profundo sentimento de dignidade e paz interior.

Você prefere ser bom ou ser inteiro?

Na tentativa de não sofrer, buscamos, sem nos darmos conta, métodos para nos anestesiar da frustração iminente. Alguns desses métodos podem funcionar temporariamente. Mas, em geral, quando algo nos desagrada, nossa primeira reação é dizer: " Não acredito que isto esteja acontecendo! "
Ficarmos indignados com relação ao que estamos sentindo ou vivendo só coloca mais fogo no fogo das emoções que estão fervilhando dentro de nós.
Quanto mais somos tomados pela indignação, estamos fadados a sofrer mais!
Porém, quando lidamos com os acontecimentos tal como eles são, começamos a atenuar nossa visão neurótica da vida.
O segredo está em não resistir ao que emerge em nós e, ao mesmo tempo, não adicionar nada mais a essa experiência.
Mas não é tão simples assim! Fomos educados para sermos bons e eficientes e, por isso, aprendemos a ver nossos defeitos como inaceitáveis! Não aprendemos a nos auto-acolher ou ter compaixão por nos mesmos. Como não sabemos lidar com nossos defeitos, passamos a rejeitá-los. E rejeitando a nos mesmos, rejeitamos a vida!
É o que acontece quando nos pegamos dizendo: " Eu não posso estar sentindo isso!; Ou mesmo " É inadmissível que isso tenha ocorrido comigo de novo!"
Se algo é visto como inaceitável, não tem reparo nem negociação. Então, instintivamente escondemos e negamos esses impulsos inaceitáveis. Assim, nos afastamos de nós mesmos. Nesse sentido, podemos reconhecer que estamos nos perdendo quando exageramos nossas reações emocionais.

Você prefere ser bom ou ser inteiro?

Encare a sí mesmo...

Em geral, evitamos olhar de frente os conflitos, aconteçam eles dentro ou fora de nós. Protelamos encarar os fatos desagradáveis da vida com a esperança de que, com o tempo, eles mudem. Tendencialmente, preferimos nos acomodar. Porém, à medida que evitamos enfrentar as situações nos tornamos vítimas passivas dos infortúnios da vida.
Olhar de frente, no entanto, requer aceitação - único antídoto contra a tendência de evitar o que nos incomoda. 
Isto é, deixarmos de contestar o que vemos e o que sabemos sobre as situações e sobre nós mesmos. Quando recusamos os fatos, perdemos uma preciosa oportunidade de transformação. Mas é preciso antes de mais nada aceitar o que ocorre no nosso interior. Aceitar é um modo de parar a luta consigo mesmo e adquirir auto-respeito. Somente admitindo nossas falhas e fraquezas podemos começar a cultivar uma boa autoestima, e a confiança em nossa capacidade de refletir e de enfrentar os desafios básicos da vida. A partir do momento em que são aceitas, as falhas deixam de ser fardos que temos que carregar. Cria-se um novo acordo interno. 
A autorresponsabilidade nos faz sentir dignos de nós mesmos. Ao aceitar nossas falhas, não mais sentimos vergonha de nós. Nos tornamos testemunhas de nosso próprio processo de sofrimento.
Quanto mais aceitamos o que ocorre em nosso interior, mais perto estamos de nós mesmos, e mais somos capazes de ser agentes ativos de nosso próprio desenvolvimento interior.
Admitir nossa real condição torna-se um modo de cessar os conflitos internos, e gera energia e disposição para enfrentar o que em geral evitamos. Ver as coisas com clareza permite distinguir as nossas reais limitações daquelas que são criadas pelo hábito de evitar os confrontos.


Texto - Bel Cesar

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Amo-te




João de Barro

                                                 



A POESIA PREVALECE... O MEU AMOR AO TEATRO MÁGICO




É Ela

O Teatro Mágico


Encontrei no porto atrás da capela
Numa bela tarde de sol lá se dorme em paz
Admirei com olhos de aquarela
Rascunho pintado na tela, teu mundo sem cor
Derramei cera queimada da vela
Pequenina alumiava a capela e um santo qualquer
Acreditei que porta fechada é janela
Aberta pra brisa e dor da pessoa de fé
Sonhei ser seu, ser céu e sol. Sonhei contigo
Sereno vento vem trazer o que é incompleto
Acaso aqui nos faz tão perto
E não esconde gesto de querer dizer
É ela quem eu quero para mim
Da terra do porto da capela (2x)
Escrevi poema de rima e beleza
Diga a ela que sirva a mesa seu sonho de amor
Recoloquei tinta na minha aquarela
A mais bela pintura, você traduzida em cor
Avistei de longe da minha janela
A menina porto da capela, o motivo, a razão
Recebi mensagem mandada em garrafa
Descobri um sorriso sem graça e o pincel foi ao chão
Sonhei com cê, com o céu, com o seu. Sonho perdido
Gritei pro mar minhas vontades, minha sina
O meu medo aqui termina
Pois é hoje que eu quero lhe mostrar
É ela quem eu quero para mim
Da terra, do porto da capela (4x)

O TEATRO MÁGICO

                           

Trinta fotos que entraram para a História





Carro da princesa Diana após o acidente

diana

O papa João Paulo II momentos depois de ter sofrido um atentado à bala em 1981, na Praça São Pedro, no Vaticano.
papa

Titanic
titanic

Turistas fugindo das primeiras tsunamis, Indonésia 2004.
Trinta fotos que entraram para a históriapiratas

Foto da sessão no Senado para a votação da Lei Áurea, 1888. Em 13 de maio de 1888, às 15 horas, a Lei Imperial n° 3.353, ou Lei Áurea, foi sancionada pela Princesa Isabel, abolindo a escravatura no Brasil.
senado-aurea

Primeiro Mc Donalds
mc

Mike Tyson VS Evander Holyfield
mike

O primeiro vôo da historia – 14bis
14bis

Senna aconselhando o jovem Schumacher
senna

Primeiro computador do mundo
1pc

Batalha de Iwo Jima
iwo

Saddam hussein minutos antes de ser morto
saddam

A bomba atômica que atingiu Hiroshima em 06/08/1945
bomba

Papa confraternizando-se com Hitler
papa-hitler

Última foto de John Lennon vivo dando autografo ao fã que horas depois o mataria
john

1950 – Bebedouros separados na Carolina do Norte
bebedouro

Primeiro atari
atari

microsoft

Cadáver do Che Guevara
che

kennedy minutos antes de ser assassinado
kennedy

Construção do Cristo redentor
cristo

Adolf hitler e suas vadias
hitlher-va
Nelson Mandela preso
mandela

Chaves
chaves

Enola Gay – avião que jogou a bomba sobre Hiroshima
enola

Foto de John Lennon no Necrotério.
john2

Chuck Norris e Bruce Lee
chuck-bruce

Michael Jackson no enterro de James Brown
mj

Morre Elvis Presley
elvis

Foto famosa conhecida como “The Power of One”, 2007.Em 2007, Oded Balilty registrou não só um momento histórico, mas o poder que uma única pessoa pode ter diante de algo que ameaça sua segurança. A fotografia, conhecida como “The Power Of One” ganhou o prêmio “Pulitzer Breaking News Photography” em 2007 após retratar uma mulher judia enfrentando a Força de Segurança Israelita, na Cisjordânia, que estava prestes a desalojar centenas de judeus em assentamentos ilegais.
power